A coisa esta feia por aqui... vou voltar a fazer o Diário Alimentar

31 julho 2012


Bom dia meninas!
Tudo bem por aí? Espero que sim :)

Resolvi voltar a postar meu cardápio diário aqui  no blog.
Desculpem se ficar muito repetitivo, mas acho que quando anoto o que comi e fiz no dia consigo analisar melhor os pontos positivos e negativos.

Ah...
Me pesei
e engordei affs =/

Peso atual: 31/07   -  90,0 kg
(nem quis tirar foto... a imagem da D. balança vai ficar dias martelando na minha cabeça)

Bóra ao resumo e correr atráz do Prejú que a coisa esta feia aqui desse lado.


Diário Alimentar 
Dia 30/07

Café da manhã:  01 pão francês c/ margarina ligth+01 xícara café preto c/ adoçante  

Lanche da manhã: chimarrão e castanhas da índia 

Almoço: 01 coxa+sobrecoxa assada + salada alface, chuchu, cenoura, tomate e beterraba

Lanche da tarde: 01 pão francês c/ margarina ligth+01 xícara café preto c/ adoçante 

Lanche da tarde 2: 01 bergamota 

Janta: 02 colher de servir carreteiro + 1/2 concha feijão

Obs.:  2 lt chá verde c/ limão
500 ml água
Não fiz AF



Por hoje é só, amanhã volto se Deus quiser!

Bjssss

Analisando alguns pontos...

26 julho 2012


Olá meninas tudo bem?
Por aqui tudo ótimo. Apesar de estar ainda sumida do blog rsrs...

Sobre RA+AF continuo na mesma. Estacionada!!!!

Nem pra frente, nem pra tráz (pelo menos isso \o/). Confesso que não me peso a dias, mas sinto (pelas roupas) que estacionei.

Nesse tempo off do blog, estive pensando sobre minha trajetória com a RA e notei que, apesar de não estar com foco 100%, já inclui alguns hábitos saudáveis como rotina e já contam pontos positivos em minha vida.

São eles:

* Tomar chá diariamente.
Faço isso a anos já. Chá verde, chá 30 ervas, chá de carqueja... tomo ele puro ou no chimarrão. E sem sacrificios algum. Adoro chás :)

* Evitar frituras
Praticamente exclui  as frituras em meu cardápio. Muito eventualmente como algo frito. Em casa aboli essa palavra rsrs.
Moro em uma casa de pré-montada de madeira pequena. É sala+cozinha em um único ambiente, quarto e banheiro. Então como é a sala é quase 'dentro' da cozinha, tenho a impressão de sentir 'gordura' por tudo. Assim evitando frituras = evito gordura pela casa e RA agradece tbm  :)

* Trocas inteligentes
Ao fazer compras opto por levar alimentos ligth do que os convencionais. Ex. margarina, requeijão, queijos...  Adotei o adoçante no lugar do açúcar.
Ao ir em um restaurante com buffet livre sempre como muita salada (já que geralmente em buffet é bem variado) e grelhados ou peixe ao invés de massas e carnes c/ molhos ou à milanesa.
Vou a pé quando quero dar 'bandinha' durante a semana no centro ao invés de pegar ônibus. (vou direto do trabalho ou na hora do almoço, a caminhada leva de 10 a 15 minutos)

* Alimentos termogênicos e funcionais
Adoro comer na ceia mingau de aveia com canela em pó.
Tenho feito o uso da pimenta vermelha. em minhas refeições e chá verde é diário.

* Não bebo líquidos durante as refeições. Refrigerante só em fins de semana e muito raro.
Bebidas alcoólicas apenas em festas ou reuniões com amigos e com moderação. Nada de beber em casa uma 'caipirinha' ou uma 'cervejinha' do nada.

No momento é só isso que me recordo.
Talvez tenha mais alguma coisa que já faço naturalmente e não postei.
Vejo que já dei um grande passo. Falta agora é junta isso tudo que já faço com os outros pontos que tenho que incluir em minha vida.

Tais como:

* Incluir alguma AF em minha rotina

* Incluir saladas, verduras e frutas no cardápio diário e não esporádico como é hoje. (Gosto de tudo, não sou chata com comida, então POSSO e DEVO sim criar essa rotina.)

* Tomar água (água pura... tomo muito chá e chimarrão, mas água mesmo sou uma negação)

Parece tão pouco vendo assim... (e realmente é pouco o que deve ser feito), mas pra nós que temos que 'aprender e colocar em prática' tudo isso é uma dificuldade que só vendo.
Meu grande (e fatal) erro é a compulsão. Tenho ciência que desconto na comida minhas preocupações e ansiedades. Quando tudo está indo bem vem a D. Compulsão e ataca e aí ja vem a culpa, desânimo, frustração e até reagir de novo é complicado.

Mas desanimamos não...

Vou continuar o que já faço, e VOU incluir o que precisa ser feito.

          'Tropeçar as vezes, 


                                   Cair talvez, 
                                                                Desistir.... JAMAIS!'





Aqui uma fotinho de um ensaio de Yakissoba que fiz essa semana...
#delícia

E aqui sou eu com o uniforme novo da empresa  :)



Bem, me vou.
Desejo a todas um lindo restinho de semana.
Que ele seja Lindo, Leve e Ligth para todas nós.



Auto-sabotagem. O que falta pra você começar?

20 julho 2012


Auto-sabotagem. O que falta pra você começar?


Existe algo dentro de nós que nos leva a agir de uma forma que parece pouco inteligente e que prejudica a nossa vida. É uma força interior que genericamente chamamos de  "auto-sabotagem". 

Coisas que podemos fazer para melhorar nossas vidas, a maioria delas bem simples, muitas vezes adiamos indefinidamente: alimentar-se melhor, dormir um pouco mais cedo, praticar meia hora de exercício por dia, beber água ao invés de refrigerante quando se tem sede. É muito estranho não agir da forma que sabemos racionalmente ser a melhor. 

Vou explicar mais sobre o processo da auto-sabotagem. 

Recentemente, recebi um email que dizia: "olá, André. Gosto muito de ler seus artigos. Descobri através deles que tenho várias questões emocionais para resolver (mágoas, medos, ressentimentos, traumas... a lista é grande rsrsrs). Muitas coisas que eu não tinha a menor consciência até então. Ainda não comecei a praticar EFT (não li ainda o manual gratuito). Neste momento estou sem condições financeiras de fazer um curso ou de investir no tratamento on-line. Como você poderia me ajudar?" 

Me parece que a melhor resposta seria perguntar "como você poderia se ajudar?" ou "o que falta pra você começar?" A orientação que dei pra ela foi a mais óbvia: recomendei que lesse o manual e começasse a se auto-aplicar *EFT (técnica para auto-limpeza emocional) o quanto antes. 

Precisamos ser relembrados, por nós mesmos ou por livros, professores e orientadores, de fazer as coisas mais simples e mais óbvias. Pagamos muitas vezes para ouvir o que já sabemos que temos que fazer, e ficamos satisfeitos por ter alguém que preste esse serviço. 

É muito interessante observar as coisas que fazemos e deixamos de fazer para nos sabotar. A mente, sob a influência das forças inconscientes sabotadoras, encontra razões para justificar ou dar desculpas para não realizarmos as coisas mais simples que nos seriam benéficas. Quando algo é bom, mas é pago, não fazemos porque é caro e aí pensamos "ah se fosse mais barato ou, então, de graça". Mas aí, quando é gratuito, não fazemos porque não temos tempo, paciência ou porque dá muito trabalho. 

Outra vez, um cliente agendou uma sessão de atendimento comigo. Queria tratar uma questão ligada a auto-sabotagem. Se sabotou e faltou a sessão marcada. 

Essa força interior sabotadora pode parecer que  surgiu simplesmente do nada. Mas, na verdade, ela é um somatório de sentimentos negativos acumulados durante a nossa vida: medos, ressentimentos, traumas, mágoas, frustrações, medo de sofrer o que já sofremos no passado. Essa energia se acumula e gera pensamentos negativos com relação ao futuro e nos deixa inseguros no dia-a-dia. A auto-sabotagem é um sintoma. Indica que temos uma série de fatores emocionais em conflito.

Esses sentimentos são gerados basicamente de 4 maneiras: Experiências negativas que passamos (nos deixam emoções mal resolvidas não dissolvidas); coisas que ouvimos da família, religião, escola, jornal, e sociedade em geral (medos e crenças que são ensinadas pelas palavras, de geração em geração); experiências negativas que observamos de terceiros que acabam nos marcando emocionalmente em algum nível (nos deixam medo, raiva, tristeza, frustração) e comportamentos negativos que observamos em terceiros e que também, em algum nível, nos passam sentimentos e nos marcam (aprendemos pelos exemplos). 

Observe que todas as quatro formas acima citadas são mecanismos que nos deixam impregnados de emoções negativas. Por exemplo. Se somos traídos por alguém (experiência negativa que passamos), guardamos mágoas e ressentimentos. Quando ouvimos crenças e palavras negativas dos nossos pais e da sociedade em geral, começamos também a sentir aquelas emoções de medo, raiva, frustração e etc. Quando vemos alguém passando por situações difíceis (um amigo indo à falência nos negócios ou uma relação cheia de briga entre os pais) absorvermos também emoções de tristeza e outras. Ao observarmos comportamentos negativos, aprendemos a nos sentir e agir daquela forma. 

A auto-sabotagem cresce à medida em que essas emoções vão se acumulando. Em um nível mais baixo de acúmulo, o reflexo em nossas ações e pensamentos será sutil e pouco prejudicial. Nos níveis mais altos, essa força cresce de forma a causar preguiça, procrastinação, pessimismo, depressão. Inconscientemente, agimos negativamente prejudicando nossos relacionamentos, vida profissional e saúde física. 


Sempre há uma causa ou várias que nos levam a agir de forma sabotadora. Nunca é por acaso. Cada ser humano tem a sua "coleção" emocional negativa que é a base que gera a auto-sabotagem. É preciso investigar para descobrir e dissolver.


Fonte: Somos todos Um


********************


(E aí D. Marcela... 
O que falta pra você começar a dissolver tudo isso?)

Resumo da semana+Pesagem+Receitinha Caldo Verde

13 julho 2012






Olá meninas tudo bem? Espero que sim!
A imagem fala tudo não?!!

Como falei no  post anterir estou de mal a pior, muito, mas muito devagar no quesito RA mas to insistindo. Desistir está fora de cogitação. Me pesei, coisa que a semanas não fazia e óbvio que sabia que tinha engordado, só não sabia o quanto. 

Então aqui está...

19/06 = 86,0 kg
13/07 = 87,6 kg 

Engordei 1.600 kg em 3 semanas


Apesar de não estar 100% de volta na RA, tentei fazer alguns passos pra ir retomando devagarinho a caminhada. Fiz o chá verde e tomei a semana toda. Também comprei o shake que havia comentado e estou tomando na hora do almoço aqui na empresa. De noite como está muito frio aqui no Sul tenho tomado muita sopa. De legumes, caldo verde, de lentilha... e assim vou. Nada de massas e temperos prontos. Frutas, água pura e AF nota zero...

Mas vamos que vamos... ainda não criei vergonha na cara pra fazer tudo o que deve ser feito, mas tbm não desisti da luta. Sei que vou reagir, pode demorar 1 semana, 1 mês mas vou levantar de cabeça erguida e correr atráz do prejú. 
E não só do prejú e sim da minha tão sonhada 'REEDUCAÇÃO ALIMENTAR', que é isso que procuro. Quero e vou conseguir reeaprender a comer e nunca mais esquecer.

Chá verde companheiro nesses dais frios
Shake baunilha

Jantinha especial... Caldo verde















Acreditam que eu peguei essa receita inverno passado na net e só essa semana que fui fazer? Pois éh rsrs  apenas 1 ano de atrazo mas ta valendo. Ficou muito bom, adorei :)

Receitinha Caldo Verde:

INGREDIENTES

* 03 batatas médias
* 500 gr músculo 
* azeite suficiente para refogar alho e cebola
* sal a gosto
* 1 1/2 lt água
* 01 maço couve (picada bem fininho e sem talos)
* 01 linguicinha calabresa defumada (cortada em rodelas)



MODO DE PREPARO

Na panela de pressão, coloque a batata, o músculo,  óleo, água e sal. Cozinhe por cerca de 20 minutos, começar a contar o tempo depois que a panela começar a chiar, até a batata desmanchar. Reserve a carne, e bata o restante no liquidificador. Refogue a carne junto com a calabresa, cebola e alho e misture o caldo. Deixe ferver por mais uns 10 minutos e adicione a couve manteiga. Ferva por mais uns 5 minutos e está pronto.

Bem, por  hoje e só.
Desejo à todas um maravilhoso fim de semana cheio de alegrias e muito ligthhh rsrs

Meu Mantra para o findi...

Dias difíceis...

09 julho 2012

  
'Se o 'plano A' falhar, não desista! Lembre-se que o alfabeto ainda possui mais 25 letras.'

Olá meninas tudo bem?!
Por aqui nada bem... ando tendo dias difíceis por demais. Perdi e não acho em lugar algum ânimo para seguir a RA e tentar fazer alguma AF.
Leio, vejo, penso, traço metas mas na hora do vamos ver não saio do lugar. Ou melhor, saio sim...  comendo compulsivamente e me sabotando descaradamente. (#vergonhaaa)

Sei que nem D. Balança quis me encarar. Fui me pesar na sexta-feira e ela deu uma mensagem de erro. desci, ajeitei a pilha, subi de novo e outro erro. Ai pensei: bah, a coisa tá feia mesmo... nem D. balança quer encarar a realidade. 
Sei que engordei (roupas estão apertadas demais novamente) só não sei o quanto... (#medooo)

Hoje para tentar retornar à rotina da RA, fui correndo comprar meu chá que a semanas não estava tomando. Comprei ao invés de folhas soltas, pacotinhos de chá solúvel. 

(Chá verde c/ limão e Chá branco c/ lichia)
1 lt =35 kcal 







Cházinho & Chimarrão pra espantar o frio




















Aproveitei a ida ao mercado e já comprei quantidade suficiente pro mês todo. 
Durante a semana quero ver se compro shake para substituir a janta e alguma cápsula que me ajude a amenizar essa compulsão louca.



Bem, por hoje é só...
Vim rapidinho apenas dar notícias mesmo, dizer que estou viva e estou lutando pra retornar à todo pique com a RA+AF. Sei que o desânimo tem falado mais alto, mas sei tbm que sou forte e vou vencer ele.
Obrigada pelo apoio e carinho que recebo de todas vcs que comentam aqui no blog. Fico muito feliz =)

(Eu com ????  kg)

Té mais meninas, fiquem com Deus e espero voltar com notícias melhores no decorrer da semana.  









Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!